Membros da Elite corrupta Angolana – os chamados colecionadores de arte? Pergunte ao Yves Bouvier, negociante de arte infame

Photo: Fine Art America

Segundo o Tribunal de Comércio de Paris (Processo No.2005-052180), o antigo Presidente dos Santos transferiu EUR 240.000 para a Brave Ventures Pte Ltd em Singapura com a finalidade oficial de “criar um sector de saúde pública em Angola”. A companhia company Brave Ventures Pte Ltd é propriedade do commerciante d’arte  Yves Bouvier, que também é atualmente sendo processado por fraude e lavagem de dinheiro em Genebra, Suiça. Nesta reivindicação, Yves Bouvier alegadamente facilita a aquisição de arte para indivíduos ricos, que ele então esconde em Singapura ou no Porto Livre de Genebra.

Quando os fundos chegam à Brave Ventures Pte Ltd, Yves Bouvier emprestava-os a si próprio e nunca reembolsou a empresa, de acordo com as contas depositadas no Singapore corporate registry.

O General  Higino Carneiro fez o mesmo com a companhia Agro 88 Angola SA. Agro 88 Angola SA afirma ser uma empresa agrícola em Angola. Em todo caso a empresa é a empresa irmã da companhia Agro 88 Pte Ltd em Singapura, que também é propriedade de Yves Bouvier, que também não tem conhecimento de produtos agrícolas. Uma fonte proxima da the Agro 88 project em Angola explicou que “Agro 88 Angola SA é uma empresa de fachada para sugar o dinheiro de Angola”. Os fundos sugados foram para a Agro 88 Pte Ltd em Singapura, onde Yves Bouvier se ocupou cuidadosamente deles.

O intermediário chave de Manuel Vicente, Armindo Perpetuo Pires, que é atualmente acusado de corrupção e lavagem de dinhero em Portugal criou a companhia WTA, oficiamente uma Agencia de Viagens Internacional, em Angola, Portugal, França e Suiça.

Mais importante ainda, uma fonte proxima da WTA na Suiça informou que a WTA opera uma agência de acompanhantes e que Yves Bouvier é um cliente assíduo da Agencia de Genebra.

Curiosamente, em todas essas empresas se encontram ex-oficiais do serviço secreto francês que têm ajudadoas Elites de Angola a fazer o negócio sujo deles. O Presidente da WTA em Genebra? Jacques Rigaud, antigos dos serviços secretos francês e funcionário da ELF Aquitaine Angola. O funcionário chave da Pte Ltd é o Marc Francelet, um antigo colega do Jacques Rigaud na Elf e nos serviços secretos francês. O funcionário chave da Agro 88 Pte Ltd é Eric Marie de Fricquelmont, um ex-informante dos serviços secretos francês e funcionário da companhia francesa Veolia em Angola.

Será que O Presidente Lourenço vai agir contra esses ladrões?

 

Leave a Reply