Carlos Alexandre revela aproximação do advogado de Álvaro Sobrinho a ex-procurador

Ricardo Pereira / Sábado

img_797x448$2017_05_29_16_16_28_231324

O juiz Carlos Alexandre revelou, esta terça-feira durante o julgamento do processo “Operação Fizz”, que o primeiro convite que o procurador Orlando Figueira recebeu para trabalhar no sector privado partiu de João Rodrigues, antigo presidente da Federação Portuguesa de Futebol, enquanto advogado de Álvaro Sobrinho. “A primeira abordagem partiu de João Rodrigues, que representava Álvaro Sobrinho”, contou Carlos Alxandre.
O juiz está a prestar depoimento como testemunha, depois de ter sido ouvido durante a fase de investigação na mesma qualidade. Ao tribunal, Carlos Alexandre confirmou ter tido conhecimento da intervenção do advogado Daniel Proença de Carvalho na rescisão do contrato entre Orlando Figueira e a sociedade angolana Primagest, um acordo que, segundo a acusação do Ministério Público, constitui a prova de corrupção do antigo procurador para arquivar um processo relativo a Manuel Vicente, antigo vice-presidente de Angola, e para eliminar o seu nome de outros processos. “Contou-me que tinha ido à presença de Daniel Proença de Carvalho e que se acertaram”.
O envolvimento do advogado em todo o processo de recrutamento de Orlando Figueira para o sector privado tem sido uma tema recorrente no julgamento. Porém, Proença de Carvalho nunca foi ouvido no processo, nem como testemunha. Carlos Alexandre relatou ainda que a decisão de Orlando Figueira e sair da magistratura do MP prendeu-se, apenas e só, com questões “pessoais e económicas”. “Ele acreditou que ia trabalhar para Angola devido às suas qualidade profissionais. Nunca encontrei nos processos dele um traço que coloque em causa a confiança nele”, reforçou o juiz de instrução.
A “Operação Fizz” levou à prisão preventiva do procurador português Orlando Figueira, suspeito de ter sido corrompido por Manuel Vicente quando este era administrador da Sonangol, e são também arguidos Paulo Blanco e Armindo Pires, respectivamente ex-advogado e antigo representante em Portugal do político angolano.